sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Opinião: Forest foi bem na janela de transferências, mas esqueceu da zaga


Após a finalização da janela de transferências, o elenco do Forest recebeu 5 novos jogadores nos últimos dias. A torcida gostou das contratações, principalmente as do jovem Clough e de Ariyibi. Porém apesar de turbinar o ataque tendo 3 contratações das 5 somente pra esse setor, o Forest esqueceu-se do seu calcanhar de aquiles: A Zaga.

Não é surpresa que a colocação atual do Forest na temporada mostra o quanto a defesa é fragilizada. Foram 47 gols tomados até o fim da 29ª rodada, a segunda pior da competição, apenas na frente do lanterna Rotherham que já sofreu 63.

O que tem salvado o Forest é justamente o ataque: Foram feitos 40 gols até o momento, sendo que apenas 7 equipes possuem números melhores - justamente aquelas que brigam por acesso. É claro que devemos levar em consideração também a saída de Montanier que não conseguia estancar esse problema - mesmo escalando até 4 zagueiros em uma só partida e o fato da troca de goleiro ter sido positiva: Saiu o Stojkovic e entrou o Henderson. Após a entrada do goleiro, o time em 3 jogos sofreu apenas 2 gols, sendo que em casa contou com 2 clean sheets (jogos sem sofrer gols), esquecendo o fato de que o Forest enfrentou duas equipes frágeis em sua casa recentemente.

É claro que não é só a zaga a principal culpada dos gols levados. Se olharmos alguns gols, falhas bizonhas aconteceram na lateral e também pela falta de marcação de volantes. Vaughan que é o melhor volante do time já tem uma idade mais avançada e não joga todas as partidas. Quem tem sido mais escalado como primeiro volante é o zagueiro Lam.

Voltando a falar da zaga, acredito que faltou uma atenção aí. O time possui Mancienne, Hobbs, Mills (que está machucado), Perquis, Lam, Iacovitti e Worral - os dois últimos, promessas da base que entram de vez em quando. Lam como dissemos acima tem jogado avançado. Mills é bastante limitado apesar dos gols de cabeça, porém está lesionado. Sobram aí Hobbs e Mancienne que fazem a zaga atual, além de Perquis que chegou e ainda não mostrou a que veio.

Portanto acredito que faltou uma boa atenção na zaga. Nem que fosse só 1 reforço já ajudaria. Enquanto isso, com as 3 contratações ofensivas, o time já possui 9 atacantes no elenco, sendo que dificilmente jogam com 3 ao mesmo tempo. São 4 centro avantes (Assombalonga, Bendtner, Vellios e McCormack), 3 jogadores de velocidade (Clough, Bereton, Fryatt) e 2 pontas (Ward e Dumitru), portanto um elenco bastante inchado em algumas posições sendo que nem todos jogam e tem chances devido ao esquema de jogo - e outros setores bastante esquecidos.



Comente com o Facebook: