domingo, 12 de março de 2017

Curiosidades: O Forest e a primeira contratação milionária do futebol Inglês

 
Em 1979 com Brian Clough no clube após a conquista do Campeonato Inglês, o Forest precisava de um atacante matador para jogar as competições europeias. Peter Taylor, seu assistente, era o cara que recomendava suas contratações e Brian Clough as fazia. Nessa época, o presidente era um mero espectador.

Foi aí que Brian Clough chegou em Peter Taylor e disse: "Precisamos de um atacante. Não importa o preço. Você tem 2 dias para me dar um nome". Peter Taylor então ligou para Clough e disse: "Trevor Francis".

Trevor Francis era um atacante inglês que estava há 7 anos no Birmingham com 280 jogos e 119 gols. Naquele ano estava emprestado a uma equipe americana chamada "Detroit Express" na qual marcou 39 gols em 38 jogos. Com o dinheiro do título inglês, o Nottingham Forest abriu o cofre. A contratação custou 1,5 milhão de dólares e foi o recorde da época.  A primeira a chegar na barreira dos milhões. A mais cara até ali tinha sido 800 mil dólares.


Em sua coletiva de imprensa, Clough foi muito questionado sobre o valor pago ao jogador. Foi aí que disse: "Contratamos Francis pois ele é um fazedor de gols e é isso que precisamos". Como já estava disputando a Champions League, Trevor Francis não pôde ser inscrito até a final, que era a única data em que era possível fazer alterações na equipe. Portanto, Francis demorou 4 meses para estrear.


Sua estreia se deu justamente na final contra o Malmo, pela Champions League em 1979. Em um cruzamento pela lateral, Francis fez um movimento acrobático abaixando o corpo e conseguiu cabecear a bola pro gol meio sem ângulo. Era o 1x0, o gol do título da primeira Champions League do Nottingham Forest.

Trevor Francis ficou por 2 temporadas no clube, marcando 28 gols em 70 partidas. Depois foi para o Manchester City. Encerrou sua carreira em 1994. Valeu a pena ou não?



Comente com o Facebook: