sábado, 22 de abril de 2017

Em jogo emocionante, Nottingham Forest vence Reading e abre vantagem sobre o Blackburn


Um dos mascotes do Nottingham Forest é o Robin Hood. O Personagem icônico que tirava dos ricos e distribuía aos pobres é o mascote perfeito para os atuais momentos vividos pelo Nottingham Forest. E mais uma vez hoje, o Forest tirou dos "ricos", ou seja, conseguiu mais uma vitória contra as equipes que estão nas primeiras posições da Championship. Já havia sido assim contra Brighton, Newcastle e Huddersfield.

Jogando pela 44ª rodada, o Forest entrou em campo contra o Reading na tarde deste sábado. O Técnico Mark Warburton promoveu outras mudanças no time titular. Assombalonga voltou ao time, deixando Ward no banco. Carayol manteve sequência como titular, enquanto Clough ia para o banco. Fox foi deslocado para a lateral esquerda, enquanto Worrall e Mancienne faziam a dupla de zaga.

O Nottingham Forest foi superior durante 65 minutos da partida. Jogando de maneira ofensiva e acuando o Reading, o Forest abriu o placar aos 31 minutos. Assombalonga recebeu belo passe de Ben Bereton que roubou a bola do meio campo do Reading e bateu no canto do goleiro para abrir o placar. O primeiro tempo acabou 1x0, mas com o Forest tendo diversas chances de gol.

No segundo tempo, o time voltou para tentar decidir o jogo. Logo aos 2 minutos do segundo tempo, Assombalonga novamente. Dessa vez de cabeça após receber cruzamento de Osborn pela direita. O time não parou por aí e aos 9 minutos de maneira sensacional, Carayol (que foi escolhido o melhor jogador da partida) recebeu passe de Fox na lateral, entrou na área cortando dois jogadores e chutou no contra pé do goleiro para fazer o terceiro.

O Jogo parecia resolvido neste momento, mas o sofrimento veio. Aos 13 minutos, o artilheiro do Reading, Kermogant diminuiu o placar com uma cabeçada. O Nottingham Forest cansou como era de se esperar e aos 29 do segundo tempo, Kermogant novamente fez outro gol, dessa vez em uma falha da zaga do Forest que demorou para cortar a bola e ela pingou na frente do artilheiro. O caos foi instaurado no City Ground.

A torcida ficou em pânico pois com exceção do empate entre Wolverhampton x Blackburn, todos os outros times envolvidos na briga contra o rebaixamento estavam vencendo e a distância poderia aumentar muito em caso de empate. O Reading veio pra cima, pois ainda brigava pela segunda posição do campeonato que lhe daria o direito de subir direto para a Premier League sem a necessidade de playoffs.

O Forest começou a alterar os jogadores. Ward entrou no lugar de Brereton que estava ajudando pouco na marcação. Fox saiu machucado e deu lugar a Pinillos. O meia central Cash entrou no lugar de Carayol para fechar o time. Daí em diante um jogo emocionante. O Reading quase empatou em bola salvada por Vaughan praticamente em cima da linha. E no final do jogo, Assombalonga chegou a marcar seu hat trick no contra ataque, mas Lichaj estava impedido na jogada e o juiz anulou o gol.

O Jogo acabou e o Nottingham Forest respirou aliviado. A rodada não foi das melhores, afinal Burton e Bristol City venceram seus jogos. O Forest chegou a 48 pontos, passou o Birmingham que joga no domingo o clássico contra o Aston Villa e abriu 3 pontos do Blackburn que não saiu do 0x0 com o Wolverhampton. Faltando 2 jogos para o fim do campeonato, o Forest basicamente pode se livrar matematicamente do rebaixamento na próxima rodada com um empate contra o QPR em Londres (que não vencem há 5 partidas) desde que o Blackburn não vença seu jogo. O Wigan com um empate por 0x0 com o Cardiff foi rebaixado para a League One junto do Rotherham, restando apenas uma vaga a ser preenchida.

Além disso, a vitória do Forest praticamente deu o acesso automático do Newcastle. Basta um empate dos Magpies para que voltem para a Premier League. O Reading permanece em terceiro e precisa de um empate na próxima rodada para se qualificar aos playoffs.



Comente com o Facebook: