segunda-feira, 1 de maio de 2017

Huddersfield será denunciado por escalação reserva e pode esquentar briga do rebaixamento


Nesta segunda feira a Federação Inglesa emitiu uma notícia de que o Huddersfield será investigado sobre as alterações realizadas no jogo contra o Birmingham na última rodada. O técnico alemão David Wagner escalou 10 jogadores reservas contra o Birmingham, que luta contra o rebaixamento. A partida terminou 2x0 para o Birmingham e o técnico foi fortemente questionado por sua opção.

Segundo o regulamento da Championship na seção 5 em "Calendário", o item 24 diz o seguinte:

24.Requerimento para jogos com força máxima em todas as partidas. 

24.1.Cada clube deverá jogar com sua força máxima cada partida da Championship a não ser que seja dada alguma justificativa satisfatória prévia. Em caso de não cumprimento do item, a organização da competição deverá acionar a comissão disciplinária que terá poder de impor quais as penalidades acharem necessário.

Um diretor da EFL comentou: "Estamos sabendo do caso do Huddersfield ter escolhido jogar com uma equipe reserva. O comitê disciplinar foi ativado e devemos ter uma definição nesta terça feira".

O Caso criou polêmica, pois o Birmingham corre risco de rebaixamento e precisava de uma vitória para se manter fora da zona de rebaixamento. Já o Huddersfield poderia confirmar a 3ª ou a 4ª colocação dos playoffs para decidir a semi final em casa. Com a derrota, foi para 5º e se acabar a última rodada nessa posição, não jogará em casa a segunda partida.

Além disso, o Huddersfield e todas as outras equipes da Championship tiveram uma semana de treinos para a 45ª rodada e terão mais 8 dias de tempo para recuperarem suas equipes para a 46ª e última rodada, tempo mais do que suficiente para que os jogadores fossem recuperados. Outro ponto que é questionado é que o Huddersfield poderia usar o último jogo contra o Cardiff para poupar jogadores, já que o Cardiff não briga por mais nada no campeonato.

Ao ser perguntado sobre o assunto, o técnico do Forest não escondeu sua insatisfação, porém preferiu não polemizar: "Essa é minha preocupação. Tenho dever de questionar isso. Mas eu não quero emitir nenhuma opinião sobre um técnico e um clube em questão que não o meu".

Já o técnico do Huddersfield foi incisivo: "Técnicos que brigam contra o rebaixamento não deveriam falar sobre minhas opções. Eles deveriam se preocupar em entender por que o time deles estão nessa situação e lutarem para tirá-lo de lá. Mudanças eram necessárias para se preparar aos playoffs, pois nunca se sabe o que pode acontecer nas próximas semanas".

Ainda não se tem certeza do tipo de punição que devem enfrentar, mas podem tanto ser absolvidos quanto receberem uma multa financeira ou em último caso até a remarcação de um novo jogo.

Comente com o Facebook: