segunda-feira, 5 de junho de 2017

Forest Legends #06 - Andy Reid

O Sexto capítulo da série "Forest Legends" irá falar sobre Andy Reid, um meio campista apelidado carinhosamente de "Maradona Irlandês" pelo seu jeito de jogar e que prestou serviços ao Forest durante boa parte de sua carreira.


Andrew Matthew Reid, nascido em 1982 na Irlanda começou sua carreira nas divisões de base do Nottingham Forest como meia. Antes de chegar ao Forest, chegou a ter propostas do Manchester United e no Arsenal, mas rejeitou elas pois acreditava que teria mais chances de jogar no Forest. Em Novembro de 2000, Reid estreou profissionalmente em jogo contra o Sheffield United.


Foram 5 anos no time profissional do Forest, assumindo a responsabilidade de armação do time. Nesse meio tempo foram 144 jogos, 21 gols e muitas assistências. Suas atuações impressionantes chamaram atenção da Seleção Irlandesa que o convocou pela primeira vez em 2003. No total até 2013 foram 29 convocações pela Irlanda.


Em 2005 o Nottingham Forest foi rebaixado para a League One, a terceira divisão da Inglaterra e Andy Reid que era o melhor jogador do time foi vendido para o clube fazer caixa. Ele foi vendido para o Tottenham por £8 milhões de libras, um valor considerado alto na época.


No Tottenham jogando a Premier League ele não teve o mesmo desempenho apresentado no Forest. Foram apenas 26 jogos e 1 gol marcado na temporada, inclusive sendo apontado como a pior contratação da janela de transferências dos times da Premier League. Em 2006 ele foi vendido para o Charlton por £3 milhões de libras.

Na primeira temporada de Reid no Charlton, a equipe foi rebaixada na Premier League. Mas na segunda temporada jogando a Championship, ele brilhou novamente. Foram 38 jogos e 8 gols anotados. Seu destaque voltou a chamar atenção no mercado e ele foi vendido para o Sunderland que acabara de subir para a Premier League em 2008 por £5 milhões de libras.

No Sunderland ele ficou 2 temporadas e jogou bem. Foram 68 jogos e 4 gols anotados, que ajudaram os Black Cats a se manterem na Premier League. Porém em 2010 algumas lesões frequentes começaram a aparecer e ele perdeu espaço, sendo emprestado em seu último ano de contrato para o Sheffield United, onde não teve sequência com apenas 9 jogos em 6 meses.

Na janela de transferências de Janeiro de 2011 ele acertou com o Blackpool que estava na Premier League lutando para não cair, mas novamente as lesões vieram e ele fez apenas 5 jogos na campanha que rebaixou os Tangerines de volta para a Championship.


Após 6 anos rodando por clubes da Inglaterra, o Nottingham Forest acertou sua volta em 2011 por um contrato de 2 anos. Voltou a jogar bem e aparecer novamente e foi um dos titulares inquestionáveis nas campanhas de 2012 e 2013, inclusive numa vitória de 5x0 sobre o West Ham, pela FA Cup. Chegou a renovar seu contrato por mais 2 anos após isso. Porém em Setembro de 2014 sofreu uma lesão grave e ficou até Agosto de 2015 sem poder jogar.


Nesse período, chegou até a jogar com o Nottingham Forest sub-21 para tentar recuperar o nível técnico, mas as lesões musculares continuaram. Em 2016 ele chegou a ser assistente técnico de Paul Willians no Nottingham Forest enquanto se recuperava das lesões, mas ao fim da temporada decidiu encerrar sua carreira aos 34 anos. Na segunda passagem no Forest foram 119 jogos e 16 gols.


Andy Reid permaneceu na comissão técnica do Nottingham Forest em 2017 e permanece ajudando o clube como pode. Por ser uma prata da casa e que além de retorno técnico, rendeu financeiramente ao clube, possui bastante aceitação da torcida. É considerado um dos melhores jogadores tecnicamente que passaram pelo Nottingham Forest no século XXI.

Comente com o Facebook: