quinta-feira, 15 de junho de 2017

Forest Legends #09 - Kenny Burns

Hoje iremos falar um pouco da carreira de Kenny Burns, um zagueiro que era contestado por muitos, mas que foi adotado por Brian Clough e se tornou o cão de guarda da era de ouro do Nottingham Forest!


Kenneth Burns nasceu em 1953 na Escócia em Glasgow e seu primeiro clube na carreira foi o Birmingham, em 1971. Burns permaneceu por 6 anos por lá fazendo 170 jogos com o time. Porém seu estilo era fortemente contestado. A marcação forte era muitas vezes classificada como desleal e Burns ganhou uma má fama de seu jogo considerado "sujo". No Birmingham, o jogador chegou até a trocar de posição e virar atacante inclusive com muito sucesso, marcando 45 gols no time.


Em 1977, Brian Clough resolveu apostar no jogador. Uma oferta de 150 mil Libras fez com que Kenny se transferisse para o Forest. No time, Clough o fez voltar para a zaga e manter suas características de forte marcação. Kenny recebeu o farol verde para limpar o ataque adversário. Inclusive, a cada pancada dada, Clough chamava Burns do banco de reservas e fazia um sinal com as mãos aprovando as jogadas.


No Forest ele venceu o Campeonato Inglês logo no primeiro ano e emplacou o bi campeonato da Champions League em seguida. Formando dupla com Larry Lloyd, a zaga do Forest era intransponível. Ele ainda marcou o gol do título da Super Copa da Europa ao vencer o Barcelona na decisão.


Em 1981, Burns deixou o Forest. Uma oferta graciosa de 400 mil Libras do Leeds fez com que sua passagem fosse encerrada pelos Reds. Ele passou por várias equipes além do Leeds, como Derby, Notts County e Barnsley. Depois foi para a Suécia por uma temporada e voltou ao seu país de origem, jogando na Escócia por mais 7 equipes.


Encerrou sua carreira em 1993 e não seguiu carreira como técnico. É considerado uma lenda do Forest pois todos os títulos que conquistou como profissional foram aqui. Nos últimos tempos, Burns possui um espaço em um blog no qual fala bastante sobre os jogos do Forest.

Comente com o Facebook: