sábado, 16 de setembro de 2017

Wolverhampton confirma previsão de carrasco e derrota Forest dentro de City Ground


O Nottingham Forest foi derrotado no início da tarde deste sábado. Jogando dentro de casa, os velhos problemas defensivos voltaram a assombrar e o time perdeu por 2x1. Em 8 jogos disputados, o time possui 4 vitórias e 4 derrotas na competição, mostrando ser uma equipe muito irregular e que não consegue emplacar vitórias seguidas.

O time escalado veio com algumas mudanças. Bouchalakis ficou no banco e somente Bridcutt e Osborn fizeram o meio campo, com Dowell e McKay realizando a armação e Brereton e Murphy o ataque. O primeiro tempo acabou 0x0 sem muitas emoções e sem muitos lances de perigo. Já na segunda etapa, o jogo começou a esquentar. Logo na volta do intervalo, Diogo Jota recebeu cruzamento rasteiro na marca do pênalti e Worrall e Smith não se entenderam de quem era a bola e Jota apenas teve o trabalho de empurrar a bola pra rede.

Logo após o gol, Carayol entrou no time e o Forest acordou. Algumas chances foram criadas, até que aos 30 minutos, o meia esquerda fez jogada individual pela ala e bateu de direita de longe. O Goleiro estava saindo achando que a bola seria cruzada e não conseguiu chegar. Um belo golaço de Carayol. Porém não deu muito tempo de comemorar, pois 6 minutos após o empate, Mills tentou matar a jogada com um carrinho forte, a bola sobrou para Jota que entrou livre na área e bateu no canto direito enquanto Smith caía no canto esquerdo.

Após a partida a maior frustração da torcida tem sido a escalação de alguns jogadores fora de sua posição de origem, como por exemplo Brereton que tem atuado como ponta direita quando Murphy joga, sendo que sua posição de origem é a mesma de Murphy. Outro questionamento é a entrada de Cummings como um armador, sendo que ele claramente joga melhor como ponta. Diante de todos esses questionamentos ofensivos, o que não se questiona é a fraca zaga que incrivelmente até agora não foi reforçada e já está há quase 2 temporadas levando gols de todos os tipos.

Warburton tentou justificar a derrota após a partida: "O primeiro tempo foi um bom jogo de futebol, como um jogo de xadrez com muito estudo entre as equipes. No segundo tempo devíamos ter tomado atitude e não tomamos. Sabíamos que se eles ficassem com a bola, seríamos punidos e foi o que aconteceu. Não podemos nos perder em campo como aconteceu. Fomos punidos, pois os erros têm nos machucado".

A Championship esse ano se mostra embolada. Mesmo com a derrota, o Forest ficou em 10º lugar e está a apenas 5 do líder e 3 do G6. O mês de setembro como era de se esperar veio com muita dificuldade, com o time enfrentando os piores adversários do campeonato. Para piorar, na quarta feira o time enfrenta o Chelsea fora de casa pela Copa da Liga Inglesa e no sábado o time visita o Aston Villa, fora de casa. Façam suas apostas de quantos gols ainda levaremos enquanto a zaga não recebe contratações.


Comente com o Facebook: