terça-feira, 31 de outubro de 2017

No Haloween, zaga do Forest assusta torcedor e time perde para o Reading


O Dia das Bruxas é uma vez por ano, porém as falhas incansáveis na zaga do Forest, infelizmente não. Jogando fora de casa no Madejski Stadium, o Forest não viu a cor da bola e perdeu para o Reading, que não vencia desde o mês de agosto em sua casa. Com a derrota, o Forest caiu duas posições na tabela e foi ultrapassado por Middlesbrough e QPR que venceram na rodada.

O time escalado foi o mesmo que venceu o Hull City no fim de semana. Foi a primeira vez que Warburton repetiu uma escalação. Mutphy e Traore que podiam voltar, continuaram de fora por lesão e o treinador apostou na mesma estratégia de sábado.

Mas logo aos 13 minutos, Swift recebeu a bola cruzada na meia lua após boa jogada de ultrapassagem na lateral direita em que Darikwa não conseguiu cortar e bateu de primeira em cima de Smith que fez certa pose para dar a ponte, mas acabou aceitando o chute que foi em cima de si. O Forest apesar de ter mais posse de bola, finalizava mal.

A primeira etapa acabou 1x0, mas o Reading ainda teve chance de ampliar, em lance no qual Smith fez grande defesa. Na volta do intervalo, Warburton repetiu duas das três alterações que também fez no sábado. A primeira foi a única diferente: Carayol no lugar de McKay, que não fazia grande partida. Aos 25, Swift ampliou o placar e praticamente matou qualquer chance de reação em jogada na qual o jogador do Reading teve tempo para pensar e lançar a bola por cima da zaga. Warburton então colocou Walker e Bouchalakis no time, deixando Brereton no banco mais uma vez.

A noite não era mesmo do Forest e aos 33 em chute despretencioso e sem ângulo, Smith fez questão de defender errado e espalmar a bola para dento do próprio gol, fazendo um gol contra bizarro que ninguém esperava. Com o 3x0 o Reading tocava a bola e esperava o fim da partida. Foi aí que aos 41, Osborn recebeu boa bola da direita, entrou na grande área e bateu rasteiro no canto direito do goleiro que nada pôde fazer, conseguindo um gol de honra para o Forest.

"Fomos realmente muito mal no primeiro tempo. Não mostramos nada e perdemos a intensidade. Dizemos após ao jogo que enfrentaríamos um time que estava lutando por suas vidas e precisávamos de fome no jogo, mas não tivemos. Eu não sei como não saímos com um prejuízo maior no primeiro tempo. No segundo tempo jogamos nosso jogo mais normal e tentamos diminuir espaços. Tivemos um diferente nível de qualidade e realizamos mais chances. No momento que perdemos uma chance clara, o segundo gol veio e fomos punidos. Se faz o 1x1 teríamos outro jogo no segundo tempo. Essa liga é um tanto bizarra. Se você olhar os resultados da noite, ninguém avançou muito. Se nós vencêssemos essa noite, teríamos ido ao G6", finalizou o desapontado Warburton.

O Forest volta a campo no fim de semana quando enfrenta o QPR em casa.

Comente com o Facebook: