domingo, 26 de novembro de 2017

Com muita reclamação de arbitragem, Forest perde em casa para o Cardiff


Acabou a sequência de 4 vitórias seguidas em casa do Forest. Nesta manhã de domingo, o Cardiff ampliou a freguesia que possui contra o Forest e venceu mais uma dentro de City Ground. A partida foi repleta de polêmicas e o placar de 2x0 deixou o time 5 pontos longe da zona de classificação, em 9º lugar. Já o Cardiff continua vice líder, há 4 pontos atrás do líder Wolverhampton.

Warburton foi obrigado a fazer duas alterações no time. Como era de se esperar, a entrada de Traoré na lateral esquerda e deslocando Lichaj para a direita. A outra alteração foi mais ofensiva. O volante suspenso Bridcutt deu lugar ao atacante Tyler Walker. A partida começou movimentada, mas o Cardiff chegava com mais perigo.

O primeiro gol foi aos 24 em bola cruzada na área em falta cobrada na qual Hoilet cabeceou. Na jogada, o Forest reclamou muito de falta em Walker, já que Hoilet subiu apoiando os dois braços nos ombros de Walker. Após o 1x0, o time se desestabilizou e o Cardiff praticou um absurdo anti jogo, fazendo cera de todas as formas e irritando o Forest.

A oportunidade para empatar o jogo foi próximo aos 35 quando o time fez boa jogada que terminou com Murphy finalizando dentro da grande área, mas errando o alvo. Essa foi a chance mais clara do time no jogo. Na seguida, outro lance de muita reclamação do Forest na qual o zagueiro do Cardiff meteu a mão na bola dentro da área, mas o juiz ignorou e nada marcou.

Aos 38, Ward soltou uma bomba de perna esquerda e acertou o ângulo de Smith, que nada pôde fazer, fazendo o 2x0 e praticamente resolvendo a partida. O Forest voltou o segundo tempo sem alterações, mas antes dos 15 a primeira alteração foi a entrada de Carayol no lugar de McKay.

Aos 33 do segundo tempo, mais duas alterações, sendo a entrada de Brereton e a reestreia do jovem meia Matty Cash que havia se lesionado no início da temporada no lugar de Osborn, mas o jogo não teve mais nenhuma chance de gol e acabou mesmo 2x0. Na coletiva, Warburton tentou ter paciência para não falar sobre a arbitragem:

"Tenho que ser cuidadoso com o que vou dizer, pois houve uma falta clara no Walker na qual ele foi impedido de subir na bola no primeiro gol, na nossa frente. Foi inexplicável não marcar. O segundo gol foi um bonito chute, indefensável para o goleiro, porém com grande responsabilidade nossa. Eu também acho que tivemos um pênalti não marcado quando o Manga tocou a bola na mão depois de ver o replay. Não da para ignorar esses fatos, mas não podemos chorar mais. Vamos seguir, mas estamos frustrados de várias formas".

De qualquer forma, o Forest ainda está na primeira página da tabela, porém já chegou a sua décima derrota na Championship, dando a entender que o ano realmente será com altos e baixos até o fim. A próxima partida é no sábado que vem, quando vai a Portman Road enfrentar o Ipswich.

Comente com o Facebook: