sábado, 20 de janeiro de 2018

Letal, Nottingham Forest vence Wolverhampton e quebra série invicta


Ahh o futebol, o único esporte em que podemos ter resultados surpreendentes e em que tudo se equipara. Hoje mais uma vez o futebol deu provas de que o jogo só acaba quando realmente termina. O Nottingham Forest que não vencia há 6 partidas foi para Molineux enfrentar o líder da competição que não perdia há 13 jogos. Com gols de Dowell e Osborn, o Forest foi preciso e com dois gols seguidos próximo do fim do primeiro tempo, venceu o jogo - a primeira vitória de Karanka - e calou o estádio do Wolverhampton.

Karanka fez quatro alterações em relação ao último jogo. Mills, Traore, Vaughan e Clough foram substituídos por Worrall, Danny Fox, Liam Bridcutt e Bouchalakis. O primeiro lance de susto foi do time da casa, com Diogo Jota fazendo tabela com o brasileiro Leo Bonatini, fazendo Smith levar um susto com o chute cruzado.

O Forest se segurava bem com Worrall, Fox e Bridcutt e aos 32 minutos, em uma falta, Dowell quase abriu o placar. Aos 39 numa segunda falta, agora com Osborn, ele quase repetiu o golaço contra o Bristol City na temporada passada, na qual ele levantou a bola antes de chutar. Quando o primeiro tempo se encaminhava para o fim, o Forest estava no ataque aos 40 minutos em um lance de escanteio e a bola sobrou pra Dowell que bateu fora da área. A bola desviou na zaga e matou o goleiro Ruddy, fazendo 1x0.

Três minutos depois, o Forest mais uma vez chegou ao gol. Dessa vez com Osborn, que se livrou da marcação após cruzamento rasteiro de Matty Cash e bateu de pé esquerdo no ângulo de Ruddy, fazendo um belo gol, ampliando a vantagem.

O segundo tempo se resumiu ao Wolverhampton atacando e tendo a posse de bola, porém o Forest chegou a ter uma oportunidade de fazer o terceiro gol com Danny Fox que forçou Ruddy a fazer grande defesa. As entradas de Clough e Darikwa foram as únicas feitas por Karanka no segundo tempo, que não viu necessidade de mexer no time, que estava seguro e cozinhando a partida. Após a partida, Karanka elogiou muito a postura do time:

"O trabalho que fizemos durante a semana foi muito bom e o comprometimento de todos tem sido maravilhoso. Temos que crescer e ser mais intensos. Temos qualidade e realmente um bom elenco. Passamos a bola muito bem. Quando podemos jogar com mais intensidade, podemos melhorar, mas esse é apenas o primeiro passo de uma longa caminhada. O time foi organizado e a maneira que trabalharam juntos foi ótima, lutando um pelo outro e isso é muito importante pra mim. Pra vencer aqui é realmente importante, mas a performance excelente foi o melhor e isso pode realmente orgulhar a torcida. É sempre importante marcar gols, mas a maneira que defendemos é muito importante manter um clean sheet. Se pudermos fazer essas coisas, então podemos melhorar, mas ainda é a primeira vitória".

Com a vitória, o Forest chegou a 35 pontos e subiu uma posição, sendo agora o 14º. O time está há 11 pontos do G6 e há 10 pontos do Z3, ou seja, se encontra mesmo no meio da tabela, restando ainda 18 jogos para serem realizados. A Championship dá uma pequena pausa agora para o time, pois no próximo fim de semana, o Forest entra em campo pela Copa da Inglatera para enfrentar o Hull City no sábado. Porém três dias depois, na terça feira, o Forest enfrenta o Preston, dentro de casa, pela Championship.

Ficha técnica:

Wolves: Ruddy, Bennett, Coady (c), Boly, Doherty (Costa 46'), Saiss, Neves (Mir 77'), Douglas (Gibbs-White 46'), Cavaleiro, Jota, Bonatini

Forest: Smith, Lichaj, Mancienne (c), Worrall, Fox, Bouchalakis, Cash, Bridcutt (Clough 69'), Osborn, Dowell (Darikwa 83'), Brereton


Comente com o Facebook: