sábado, 10 de fevereiro de 2018

Caridoso, Forest reabilita Hull City na Championship


O Nottingham Forest passou vergonha mais uma vez na Championship. Jogando em casa contra um time na zona de rebaixamento. o clube foi dominado e fez uma péssima partida, perdendo para o Hull City mais uma vez, que já havia eliminado o clube na Copa da Inglaterra há algumas semanas atrás. Essa é a quinta derrota seguida em casa do Forest para o Hull City.

Karanka manteve a zaga com Mancienne e Worrall, o que se tornou bastante questionável, já que o zagueiro Tobias Figueiredo estava a disposição para a estrear, porém ficou no banco. No ataque a surpresa foi a entrada de Vellios no lugar de Brereton. No banco de reservas contou com a volta de Murphy.

Logo aos 9 minutos, o Hull chegou pela esquerda e Lichaj cometeu pênalti após a bola ter sido jogada na área. Toral foi para a cobrança e Pantilimon pegou o pênalti e Worrall jogou o rebote pra escanteio, ascendendo a torcida na partida. Porém como nada para o Forest é fácil, no lance do escanteio o mesmo Toral cabeceou livremente e fez o 1x0, quebrando o time.

Na sequência, Cash fez boa jogada individual pela direita, driblou o zagueiro e bateu rasteiro no canto esquerdo do goleiro. A bola beijou a trave e saiu na principal chance do Forest na primeira etapa. Após esse lance, o Hull começou a gostar do jogo e o Forest desarrumado defensivamente não conseguia lidar com isso. Aos 38 minutos em mais uma jogada em cima de Fox na lateral esquerda, a bola foi cruzada rasteira na área e Wilson se antecipou a dupla Mancienne e Worrall para bater e fazer o 2x0 ainda na primeira etapa.

O desespero tomou conta do Forest e Karanka voltou para o segundo tempo colocando a estreia do meia Tomlin no lugar de Lichaj. O time pressionou bastante, mas a falta de qualidade ofensiva e o desespero em resolver rápido não ajudavam na conclusão das jogadas. Osborn, Vellios e Cash perderam mais oportunidades.

Com 16 minutos, Murphy entrou no lugar de Vellios e também tentou contribuir, mas o Hull se fechou bastante. Karanka então apostou na estreia de Lolley  no lugar de Guedioura e abriu ainda mais o time. Com isso o time quase levou o 3x0 no final em jogada na qual o atacante do Hull acabou virando errado para a finalização. Após a partida, Karanka mais uma vez se disse confiante na sequência do trabalho, apesar do péssimo resultado.

- É difícil entender, mas temos que novamente continuar. Eu entendo a frustração da torcida, mas novamente estou confiante. Fizemos muitas mudanças nas últimas semanas e jogamos com quase o mesmo time do jogo contra o Preston. Eles precisam aprender a lidar com a pressão, pois é difícil jogar nessa situação. Eu venho aqui com o intuito de ganhar partidas e ter sucesso e não vou parar de buscar.

- Começamos bem, nos primeiros 5 minutos fizemos coisas que tínhamos treinado, mas aí cometemos um erro. Passamos por esse erro com a defesa do Pantilimon e na seguida levamos o gol. E com esse acontecimento o jogo se passou para completamente perdido. Agora preciso recuperar a confiança deles e sou responsável por tudo, pois tenho certeza que vamos voltar a vencer.

- Agora eu tenho que tentar selecionar o melhor 11 possível e lidar com a pressão. Os jogadores que estão nos piores momentos precisam tomar as melhores decisões pois a liga é extremamente dura. Jogar em casa nessa situação não é fácil. É justo que todos me critiquem pois sou o responsável, hoje foi difícil pra mim de novo, mas confiem que eu posso mudar isso. Eu não quero olhar para a cona de rebaixamento e nem para playoffs. Um mês atrás me perguntaram de playoffs e agora estão perguntando de rebaixamento. Tudo se passa pelo próximo jogo e a principal coisa é tentar voltar a vencer jogos.

Com a derrota, a terceira seguida na Championship, o Forest começou a se aproximar perigosamente da zona de rebaixamento, pois o Hull tirou 3 pontos e saiu da zona de rebaixamento que agora é habitada por Barnsley, Sunderland e Burton e a distância caiu de 9 para 7 pontos. Apesar de não querer entrar em desespero, a temporada atual começa a se desenhar igual a temporada anterior, na qual o time fez algumas contratações na janela de janeiro, mas o time não deu liga e a briga contra a degola foi confirmada até a última rodada. É claro que a diferença agora é que temos um técnico definido e também contratamos bastante jogadores de qualidade e não apostas como na última temporada. Mas o farol de alerta fica ligado para essas 14 rodadas que faltam.

Por falar em zona de rebaixamento, o Forest enfrenta o Burton que é o lanterna da competição no próximo sábado, fora de casa. Uma nova derrota pode complicar e muito a vida do Forest na competição.

Ficha Técnica:

Forest: Pantilimon, Lichaj (Tomlin 46'), Worrall, Mancienne (c), Fox, Colback, Cash, Guedioura (Lolley 77'), Osborn, Dowell, Vellios (Murphy 61')

Hull: McGregor, Aina, Hector, MacDonald, Clark, Irvine, Larsson (c), Bowen, Toral (Stewart 52'), Wilson (Diomande 71'), Keane (Campbell 75')

Público: 23.098

Comente com o Facebook: