terça-feira, 10 de abril de 2018

Virou rotina: Forest perde mais uma e começa a se complicar


1 mês e 10 dias. Esse é o tempo que o Nottingham Forest não sabe o que é vencer e marcar gols na Championship. E dessa vez não foi diferente. Jogando dentro de casa, a equipe até teve uma postura diferente e mais agressiva em relação a jogos anteriores, mas o resultado foi o mesmo: Derrota por 1x0 com gol no fim e a possibilidade de começar a se complicar na Championship se antes era nula, agora começa a ficar real.

Karanka bem que tentou mudar o time que vinha jogando e promoveu a entrada de Guedioura no meio campo. Também teve a volta de Brereton no lugar de Vellios que pouco produziu no último jogo. O primeiro tempo foi movimentado com o Forest sempre tomando a atitude nas jogadas e tentando ser agressivo. Tomlin e Lolley tentaram de fora da área, mas pouco fizeram. O Brentford se defendia bem e não deixava o já fraco ataque do Forest chegar.

No segundo tempo o time continuou insistindo e outras chances foram desperdiçadas. A ausência de um homem gol cada vez mais começa a pesar. Mesmo assim ainda conseguiram acertar a trave duas vezes. E as poucas opções no banco para alterar não ajudam. Para se ter uma ideia, nos últimos 8 jogos, Karanka só usou as 3 alterações durante duas partidas. No restante ele preferiu nem mexer no time devido a falta de opções.

Quando o jogo se encaminhava para um empate, o Brentford começou a atacar e assustar, exigindo boas defesas de Pantilimon. Um pouco antes do gol o Forest teve um pênalti claro não marcado em cima de Tomlin. E aos 36 do segundo tempo em jogada de escanteio que foi alçada na primeira trave, o defensor do Forest não afastou a bola e ela sobrou para Dalsgaard cabecear no canto e fazer o único gol do jogo. 

Com 46 pontos, o Forest conseguiu ao menos manter a distância para o Barnsley que perdeu essa rodada em 9 pontos (ainda há o confronto direto entre eles dia 24 de abril), mas caiu mais uma posição com a vitória do Hull e agora é o 18º. Com mais 5 partidas restantes, incluindo um confronto dificílimo fora de casa contra o vice líder Cardiff, o Forest precisa acordar, pois qualquer deslize será fatal.

A próxima partida do Forest é novamente em casa no sábado contra o Ipswich e o time tem mais uma chance de finalmente acabar com a temporada e não passar por dificuldades. Enquanto isso a torcida reza para que o tempo passe rápido e que Karanka faça uma verdadeira limpeza no elenco para a próxima temporada. O técnico não adota discurso de briga por rebaixamento, mas a torcida anda calejada.

Últimos jogos do Forest:

- Ipswich (12º) - Casa
- Cardiff  (2º) - Fora
- Barnsley (22º) - Casa
- Bristol City (8º) - Casa
- Bolton (21º) - Fora 

Palavra do técnico:

- Eu estou frustrado pois jogamos em casa, nossa torcida viu um time que tentou muito criar chances. Acertamos a trave duas vezes. Tivemos possivelmente um pênalti não marcado e fizemos tudo que podíamos, mas de novo, um erro nos custou o jogo.

- É o terceiro jogo seguido que temos que corrigir erros desse tipo. Eu espero que possamos manter a postura no sábado e vencer o jogo sem comenter um pequeno erro que nos custe outro jogo. Temos que continuar trabalhando. Vamos jogar da mesma forma. Vamos vencer jogos. Eu não posso falar mal dos jogadores pois eles deram tudo.

- Não acho que seja falta de confiança. São outras coisas mas é melhor olhar para os pontos positivos. Temos jogado dessa maneira e sempre criando jogadas para vencer. As vezes acontece igual contra o QPR que fizemos 5 gols e hoje deveríamos ter feito pelo menos dois ou três. Precisamos manter a confiança pois os jogadores fizeram de tudo hoje.

- Não podemos fazer nada mais do que isso. Como técnico, eu tentei jogar no 4-2-3-1, no 4-4-2, com 3 zagueiros, no 4-3-3 e no 4-1-4-1. Os jogadores tentarem de tudo, então vamos prosseguir e seguir olhando com otimismo para o futuro. Temos mais 5 jogos para jogar e precisamos terminar o melhor possível.

Ficha técnica:

Forest: Pantilimon, Darikwa, Figueiredo, Fox, Osborn, Watson (c), Colback, Tomlin (Cash 76'), Guedioura (Vellios 82'), Lolley, Brereton

Brentford: Bentley, Dalsgaard, Egan (c), Bjelland, Clarke, McEachran, Sawyers, Yennaris (Mokotjo 78'), Watkins (Ogbene 67'), Canos (Marcondes 66'), Maupay

Público: 20.596 (519 visitantes)



Comente com o Facebook: