quinta-feira, 7 de junho de 2018

Especial: História do símbolo do Nottingham Forest


O Nottingham Forest possui um dos distintivos mais diferentes e estilosos do futebol. Com um design único e que representa totalmente a cidade, há muitas curiosidades por trás desse símbolo. Vale lembrar que o logo atual é o segundo do clube, que já estampou outro formato.

Como já falamos em outros posts, quando o Forest foi fundado o uniforme vermelho era bastante simples. Porém na época de sua fundação, os clubes eram diferenciados por bonés e não por camisas. Isso mudou após algum tempo e o uniforme que conhecemos atualmente foi empregado. Inicialmente uma camisa simples vermelha sem nenhum tipo de referência foi usado, como todos os clubes em seu início.

Em 1956 o primeiro símbolo apareceu durante a campanha de acesso para a primeira divisão do Campeonato Inglês. Foi o técnico Billy Walker (que ficou 21 anos como treinador do Forest) junto do vice presidente Bill Prygor que desenharam.


O logo possuía o símbolo das armas da cidade com a sigla NFFC acima. Uma segunda variação havia o castelo de Nottingham ao topo.


Essa camisa foi o uniforme do título da Copa da Inglaterra em 1959. 

O segundo e atual símbolo

Em março de 1973 o clube convidou os torcedores a enviar ideias para uma reformulação e um concurso foi lançado pelo jornal da cidade. O Prêmio era bastante simples: 25 libras e mais um ingresso para o jogo. Foram enviados 587 sugestões de novos distintivos, incluindo mais de 280 modelos desenhados por crianças.

A ideia vencedora foi de David Lewis, um leitor formado em artes gráficas pela Universidade de Nottingham. Com um conceito de simplicidade e uma ideia emotiva, Lewis desenhou uma icônica árvore sob um rio. A árvore simbolizando a cidade e a fama das florestas. Já o Rio era uma referência clara ao Rio Trent, que fica atrás ao estádio. Haviam duas versões: Uma branca e uma vermelha. A fonte escrito "Forest" com a letra "R" puxada para baixo trazia um ar de força e individualidade.


A ideia foi amada pelos torcedores que aprovaram de cara o novo distintivo. Com a passagem do tempo, algumas variações e versões especiais foram lançadas, mas sempre respeitando o original. As 2 estrelas da Champions League foram adicionadas em 1981 e mais uma vez de um jeito original: Abaixo do logo, dando um ar diferente do habitual. Enquanto diversos clubes na Inglaterra mudam seu distintivo a cada ano que passa, o Forest mantém o estilo original e tradicional.

Comente com o Facebook: