sábado, 15 de setembro de 2018

Em jogo disputado, Swansea e Nottingham Forest ficam no empate sem gols


O Nottingham Forest conquistou seu quinto empate em sete jogos pela Championship ao jogar fora de casa contra o Swansea nesta tarde de sábado. Com algumas novidades no time, o Forest teve algumas boas chances, mas novamente sentiu o peso de ter um bom definidor em boa fase para que pudesse sacramentar as chances conquistadas.

Algumas alterações foram realizadas no time nesta vez. A primeira delas foi a estreia do lateral direito Saidy Janko. A zaga foi formada por Fox e Hefele, com Dawson sendo opção no banco. Na lateral, outra mudança: Robinson começou de titular, enquanto Osborn foi passado ao meio campo junto de Cash, Guedioura e Colback. O ataque foi formado por Grabban e Lolley.

A estreia de Janko foi muito positiva, com o lateral participando ativamente dos lances ofensivos sempre que era requisitado. O primeiro tempo foi movimentado com as melhores chances caindo nos pés do Forest com Osborn e Lolley.

No segundo tempo aos 14, Karanka promoveu duas alterações de uma só vez. Entraram os portugueses Gil Dias e João Carvalho, enquanto Lolley e Cash deixaram o time. O time conseguiu criar boas oportunidade e conseguiu ter sua principal chance de gol na qual Osborn foi deixado livre na área, mas bateu forte para fora. Logo depois, Grabban recebeu livre na área mas até dominar com o joelho, acabou perdendo o tempo para batida.

O Swansea também teve algumas boas chances, mas Pantilimon conseguiu neutralizar todas as principais. No fim da partida, Watson entrou no lugar de Guedioura que ainda estava voltando de lesão, mas nada mais aconteceu na partida.

Palavra do técnico:
- Eu acho que foi um bom jogo para se assistir, exceto para os técnicos. Foi um jogo divertido entre dois muito bons times, mas parecíamos ter mais controle com e sem a bola.  Esse é o tipo de performance que quero ver cada jogo pois queremos continuar jogando assim para vencer muitas partidas. É sempre uma preocupação quando você não está na frente depois de 60 ou 70 minutos, mas eu penso que lidamos bem com o fim do jogo.

- Fisicamente, continuamos correndo até o último segundo e tentando marcar o gol da vitória. Foi uma pena não conseguir. Com esse plantel eu penso que não me importo por que sei que em breve vamos começar a marcar e vencer jogos.

-Obviamente vencer o jogo seria melhor, mas foi importante mostrar características de desejo para vencer, particularmente depois do jogo do Brentford. A performance contra o Birmingham e o Brentford não foram refletidas na nossa capacidade, mas hoje foi. As duas semanas de parada foram realmente boas pra nós e permitiu falar com os jogadores e tentar descobrir o que estava acontecendo. Todos concordaram que tínhamos de melhorar em nosso estilo e com um maior nível de intensidade. Certamente hoje fizemos isso.

O Forest estacionou na 15ª colocação da tabela, já longe do grupo dos 6 primeiros colocados onde deveria lutar. Porém, agora o time terá 3 jogos em casa na sequência, sendo dois deles pela Championship e um pela Copa da Liga Inglesa. Na quarta, o time enfrenta o Sheffield Wednesday e no sábado é a vez do Rotherham. Na outra quarta, o desafio é contra o Stoke City pela terceira fase da Copa da Liga Inglesa.

Comente com o Facebook: