sábado, 1 de setembro de 2018

Nottingham Forest perde a primeira na temporada e despenca na Championship


O Nottingham Forest conheceu sua primeira derrota na Championship. Jogando fora de casa e estreando seu novo terceiro uniforme dourado, a equipe voltou a se complicar no jogo e dessa vez não conseguiu arrancar o empate após sair atrás do placar. Vivendo um certo "looping" nesta temporada, o Forest enfrenta situações parecidas em todo o jogo: Começa sonolento, geralmente sai atrás do placar, busca o empate e melhora na partida, porém dessa vez não foi o bastante.

Como previsto, Karanka fez 3 alterações no time com as entradas já esperadas de Hefele, Pantilimon e Darikwa. Bridcutt ganhou lugar no banco. No primeiro tempo, futebol de certo modo pobre do Nottingham Forest. Quem mais procurava o ataque e tinha lances de perigo era o time do Brentford. O gol dos Bees foi sair nos acréscimos do primeiro tempo, quando MacLeod cabeceou no canto de Pantilimon após cruzamento da lateral direita.

Insatisfeito com o rendimento do time, duas alterações foram feitas por Karanka: As entradas de Osborn e Cash nos lugares de Dias e Lolley. O time melhorou com as alterações mais uma vez e o gol de empate veio aos 17 minutos quando Cash bateu e o goleiro Bentley engoliu um frangaço. Já é o quarto gol de Cash em 6 jogos e todos entrando como reserva - talvez tenha passado da hora de ganhar a vaga no time titular. Após o gol, a entrada de Grabban no lugar Murphy tentou colocar mais força ofensiva, mas nada ocorreu e o Brentford continuava melhor.

Aos 39 do segundo tempo, outra bola cruzada na área no segundo pau e Watkins completou para o gol fazendo o 2x1. A impressão que deu é que Pantilimon teve um erro de leitura na jogada, pois era uma bola cruzada na pequena área na qual ele deveria ter saído. No fim da partida e nos acréscimos, blitz do Forest e um fim de partida tenso com bastante briga, mas dessa vez o empate não veio.

Palavra do técnico:

- Especialmente no primeiro tempo que eles foram muito superiores do que nós, não é o suficiente. Parece que só resolvemos jogar depois que levamos o gol. O maior desapontamento pra mim é que temos que jogar os dois tempos iguais. O melhor jeito de se defender contra eles era mantendo a posse de bola e não conseguimos executar.

- Não é problema de atitude e nem de comprometimento, apenas não estamos jogando o bastante nos primeiros minutos. No intervalo o jogo tende a mudar e conseguimos criar mais. Quando Osborn e Cash vieram a campo, deram energia ao time e estou feliz com eles. Ninguém gosta desse tipo de jogo, mas precisamos de consistência quando voltarmos nas próximas partidas. Precisamos melhorar e se espelhar dos jogos que fizemos anteriormente. As partidas duram 90 minutos e não 45.

Com a derrota o Forest despencou na tabela e agora é só o 15º, muito longe de suas pretensões de início da temporada. O G6 já ficou distante a 4 pontos e a distância da zona de rebaixamento ficou em 3. Felizmente o time terá a ajuda da parada para a data FIFA e terá 15 dias para trabalhar sem jogos no período. É tempo para Karanka mudar o que não vem dando certo, como por exemplo o desempenho defensivo e a dupla de volantes que parece não encaixar. Ainda está em tempo de acordar, mas é preciso começar a reagir logo.

A próxima partida do Forest é complicada contra o Swansea, fora de casa. Depois dessa partida, o time faz uma sequência de 4 jogos em casa, incluindo a partida contra o Stoke pela terceira fase da Copa da Liga Inglesa.

Comente com o Facebook: