segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Início de temporada do Forest se mostra promissor: Veja números


O Início de temporada 2018-19 do Nottingham Forest se mostra muito promissor e MUITO melhor que em anos anteriores. Apesar de alguns tropeços e acidentes de percurso como o empate com o Millwall e o Birmingham em casa, a equipe mostra bons sinais de melhora se comparado com a temporada anterior.

Para se ter uma noção, o Forest completou seu 15º jogo na temporada atual e até agora o time só foi derrotado 1 vez, para o Brentford, fora de casa, em jogo que era considerado realmente complicado de se vencer. O grande problema inicial são a quantidade alta de empates: 8, e para completar, 6 vitórias até o momento.

De todos os empates que o Forest conseguiu, metade foi conquistado fora de casa, portanto não se trata de maus resultados, visto que esses adversários jogarão contra o Forest dentro de City Ground durante o campeonato.

Comparando com o início da temporada anterior, o time de Warburton viveu uma verdadeira gangorra nos primeiros 15 jogos: Foram 7 vitórias e 8 derrotas. O primeiro empate só foi acontecer no vigésimo sexto jogo da temporada, contra o Preston - o único empate de Warburton em sua passagem. Ao menos, o time de Karanka mostra consistência.

Outro ponto positivo é que nesta temporada o time faz muito mais gols e toma menos do que na temporada passada. Até agora foram 24 gols marcados contra 17 sofridos. Na temporada passada nesta altura, eram 21 gols marcados e 29 sofridos, mostrando que a defesa era uma verdadeira peneira. No fim da temporada passada, o time registrou 77 gols sofridos - algo que parece que não deve acontecer agora.

E por falar em ataque, outro ponto positivo da atual temporada é a alta rotatividade de goleadores. Até o momento, Grabban (5), Lolley (4), Murphy (4) e Cash (4) estão liderando a artilharia. Na temporada passada, o maior goleador do time em todo o ano foi Dowell, com 10 gols marcados, ou seja, Grabban já possui metade do feito sem alcançar um quarto dos jogos totais.

Todos esses números mostram que, apesar de certo questionamento da torcida e impaciência, o Nottingham Forest de Aitor Karanka está evoluindo e indo para o caminho certo. Se irá conseguir o acesso no fim da temporada ou se ficará para a temporada seguinte, ainda é cedo dizer, mas a princípio não devemos ter aquele looping de insucessos quando o time se aproximar da metade da temporada. É preciso lembrar que mais de 20 jogadores saíram e outros 20 jogadores entraram no elenco.

Comente com o Facebook: