quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Nottingham Forest joga bem, vence Bolton fora de casa e se aproxima do G6


Já havíamos dito aqui no blog que o Nottingham Forest é um time de lua. E mais uma vez esse fato foi consumado pela segunda vez na temporada. Jogando fora de casa, no University of Bolton Stadium, o Forest não tomou conhecimento do Bolton e fez 3x0 nos Trotters. Ainda teve espaço para Lewis Grabban desperdiçar mais um pênalti, caso contrário, havia feito hat trick. Foi a primeira vitória do Forest fora de casa contra o Bolton em 28 anos.

Karanka mexeu bastante no time que perdeu em casa no sábado para o Norwich. Na linha defensiva, principalmente, Darikwa, Dawson e Figueiredo foram para o time, enquanto Robinson retornou a lateral esquerda. Outra mudança foi a volta de Guedioura no lugar de Watson. 

Com essa configuração, o time teve um desempenho muito bom. Começando aos 12 minutos, Joe Lolley tabelou com Grabban e recebeu bom passe em profundidade. O atacante deu uma chicotada na bola de pé esquerdo que foi no ângulo do goleiro, sem nenhuma chance de defesa, marcando um golaço. Após o gol, o Forest deu uma tranquilizada no jogo, mas acabou sofrendo um pouco.

Na volta do intervalo, o time engrenou. Logo no início, Gil Dias recebeu bom passe e bateu de esquerda para boa defesa de Alnwik que espalmou a bola. No rebote, Grabban chegou primeiro e foi derrubado pelo zagueiro. Na batida do pênalti, Grabban bateu na esquerda e o goleiro pegou. Um pouco depois desse pênalti, Cash entrou no lugar de Dias. Porém, o pênalti não fez falta. Em seguida, aos 19 minutos, João Carvalho deu lindo passe na meia lua da área para Grabban, que recebeu e bateu cruzado na saída do goleiro, fazendo o 2x0 e se redimindo da penalidade desperdiçada.

Faltando cerca de 12 minutos para o fim do jogo, Karanka mexeu mais uma vez no time e a alteração foi determinante para o terceiro gol, afinal Soudani fez bela jogada e finalizou para a defesa do goleiro, que mais uma vez soltou a bola. No rebote, Grabban chegou primeiro e foi derrubado na área. Na cobrança de pênalti, mais uma vez, Grabban bateu no canto esquerdo do goleiro, mas dessa vez ele permaneceu parado e o terceiro gol sacramentou uma excelente atuação da equipe.

Palavra do técnico:

- Foi realmente uma excelente performance. Do primeiro minuto nós jogamos bem e mostramos que o que aconteceu sábado é passado. Na segunda parte do primeiro tempo, caímos um pouco, mas no segundo tempo foi muito melhor e essa foi uma resposta perfeita.

- Pude sentir essa noite que todos os jogadores estavam confiantes e precisávamos matar o jogo pra focar emocionalmente. Cada jogo na Championship é complicado, mesmo um 2x0 a favor pode não ser o bastante, então o terceiro gol foi importante para nossa confiança.

- Foi importante reconhecer que estamos em boa forma. Sábado aprendemos que é preciso estar concentrado todo o jogo e hoje mostramos essa qualidade. Sobre o pênalti perdido, as vezes você perde mesmo, é normal, mas Lewis sempre quer a bola, pois tem forte personalidade e acredita em sua habilidade. É importante termos um jogador como ele no plantel. Cheguei a pensar a pedir pra alterar o batedor no segundo pênalti, mas Lewis estava confiante e fico feliz que esteja marcando gols.

Com a vitória, o Forest chegou a 7ª posição com 22 pontos e ficou a 2 pontos do Norwich (de quem perdeu no sábado) para entrar no G6. No fim de semana, o time tem parada duríssima contra o Leeds de Marcelo Bielsa que lidera a Championship com 26 pontos. Porém, o Forest vem mostrando que prefere jogar fora de casa do que em casa, portanto não será um jogo fácil para o Leeds também. Com os gols marcados hoje, Grabban se isolou como artilheiro do Forest com 8 gols na temporada, enquanto Lolley é o segundo com 5.

Projeção:

Conforme havíamos falado, nossa projeção para o jogo de hoje era de empate e com a vitória conseguida, o time atingiu 22 pontos, 1 acima de nossa projeção para a rodada (21). Faltam 53 pontos para os playoffs.

Comente com o Facebook: