terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Em jogo de duas viradas, Forest goleia líder Leeds e se recupera na Championship


Sob os olhares do presidente Nickolas Randall e de 29.530 mil pessoas, o Nottingham Forest bem que sofreu, mas conseguiu uma belíssima vitória sob o líder Leeds no City Ground neste primeiro de Janeiro. O Resultado, além de quebrar a sequência de 5 jogos sem vitória, ainda foi o primeiro triunfo dos Reds no boxing day desde a temporada 2013/14.

O time manteve Murphy nos 11 iniciais, enquanto Grabban nem relacionado foi (não foi divulgado se foi lesão ou se apenas foi poupado). Logo no começo do jogo, Helefe sofreu uma lesão muscular na coxa e precisou ser substituído. Como não haviam zagueiros no banco, Guedioura entrou e deslocou Robinson novamente para a zaga.

Aos 5 minutos, Jansson recuou a bola curta demais para o goleiro e Colback estava ligado no lance. Ele pegou a bola, invadiu a grande área, driblou o goleiro e fez 1x0 para o Forest. Mesmo com o placar favorável, o Forest não tinha total controle do jogo e o Leeds encontrava caminho para o ataque em um jogo aberto. No final do primeiro tempo, Philips deu uma entrada criminosa em Guedioura e foi expulso direto. O primeiro tempo acabou 1x0. Facilidade para o Forest? jamais...

No segundo tempo, ao invés de aproveitar a vantagem com um homem a mais, parecia que o não havia acontecido a expulsão. O Forest não conseguia se defender bem e o Leeds partiu pra cima e virou o jogo. Aos 8 minutos, Clarke recebeu bola livre na ponta direita da área e bateu de primeira. A bola foi por baixo de Pantilimon, que não conseguiu defender.

Aos 19 minutos, a bola foi levantada na grande área. Darikwa, como um espantalho, apenas ficou parado pedindo impedimento enquanto o jogador do Leeds desviava de cabeça para dentro da pequena área para Allioski completar sozinho e virar o placar. A partir daí, desespero no estádio e a corda de Karanka ia ficando cada vez mais apertada se perdesse um jogo desses. Porém, no modo do abafa, o Forest conseguiu se impor novamente.

Lolley sentiu uma lesão e foi substituído por Osborn, que dessa vez entrou muito bem no jogo. Aos 24 minutos, escanteio para o Forest no qual Murphy ajeitou de cabeça para trás e Colback bateu de primeira no canto direito do goleiro para empatar o jogo novamente em 2x2. Depois do gol, o Leeds sentiu o empate e aí o Forest conseguiu finalmente impor seu homem a mais em campo.

Três minutos após o gol de empate, outro escanteio na área e Murphy cabeceou como manda a risca: No chão, livre de marcação. A bola quicou na pequena área antes de entrar no canto esquerdo de Peacock-Farrell, realizando a virada. Na hora do gol, Karanka não se conteve e comemorou bastante a virada.

Cinco minutos após a virada, Murphy foi lançado em contra ataque e tocou de primeira para a grande área. Osborn chegou na corrida, cortou o zagueiro e lançou uma bomba no ângulo esquerdo do goleiro do Leeds, fazendo um golaço. O 4x2 explodiu o estádio e tirou qualquer outro perigo no jogo, matando a partida e dando oxigênio a Karanka.

O Forest não fez uma excelente partida, mas a vitória era mais do que necessária. Se perdesse com um a mais em campo, dificilmente teríamos a continuidade do técnico. Com a virada, certamente o time ganha moral. Mas é preciso melhorar, pois o time ainda tem momentos de apagão no jogo e precisa de reforços urgentemente para a zaga nesta janela de janeiro. Com a vitória, o Forest ficou com 39 pontos e diminuiu de 6 pontos para 4 a distância da zona de playoffs, pois Derby e Boro empataram.

Palavra do técnico:

- Foi um belo jogo, a torcida aproveitou bastante. Os jogadores fizeram seu melhor, então foi perfeito. Uma boa performance, especialmente quando você está jogando contra um líder. Quando você está vencendo contra 10 jogadores e eles tem energia para se recuperar no jogo é complicado. Mas estamos jogando o quarto jogo em 10 dias, então não posso dizer nada negativo dos jogadores.

- Fiquei um pouco preocupado depois do segundo gol, mas a reação foi maravilhosa. Do mesmo jeito que não fizemos no sábado, o espírito e o trabalho que colocamos em campo hoje foi muito bom. Devo elogiar também a torcida que se manteve presente e atmosfera foi diferente. Começamos bem o ano.

Nossa projeção mostrava que o time deveria ter pelo menos 39 pontos ao fim dessa rodada e o Forest atingiu esses mesmos 39, portanto estamos no caminho certo para os playoffs. Faltam 37 pontos para conseguir o objetivo.

Com o fim do boxing day, o Forest dá um tempo na Championship agora e no sábado o time vai a Londres enfrentar o Chelsea pela Copa da Inglaterra. No outro sábado, o time enfrenta o Reading fora de casa, que está na zona de rebaixamento.

Comente com o Facebook: