quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Martin O'Neil dá sua primeira entrevista como técnico; Novo zagueiro será anunciado


Dia de novidades no Nottingham Forest. Finalmente, Martin O'Neil deu suas primeiras palavras como técnico do clube. Com um discurso tentando colocar o passado como jogador de lado apenas como boas lembranças, O'Neil demonstrou pressa para conseguir tirar o Forest do buraco negro da Championship.

Confira trechos da entrevista:

- Foi tudo muito rápido, não teve muito o que falar. É um privilégio e uma honra ser técnico do clube. Eu tenho muitas memórias aqui, passei quase 10 anos aqui como jogador e os últimos 5 anos foram excepcionais. Faz um bom tempo que o clube está fora da elite e tentarei ver se consigo mudar isso. Esse é o meu trabalho pelos próximos 18 meses.

- É um lugar muito especial. Não temos muitos clubes que venceram 2 Champions, então é especial. Eu tive algumas chances de treinar o Forest em outras oportunidades, mas não tinha certeza se era o momento certo. Mas você nunca sabe quando é a hora certa. Agora eu tenho a oportunidade e eu não terei ela novamente, então preciso fazer o certo.

- Sobre Roy Keane como meu assistente, eu gostaria de tê-lo aqui comigo sim. Tudo foi muito rápido e ele ainda está em conversas, há um lugar para ele aqui. Espero que se concretize, mas ainda há chance de não acontecer. Ele tem muitas coisas a considerar, tanto pessoalmente quando profissionalmente. Ele foi meu assistente na Irlanda, tivemos bons momentos. É um jogador fantástico, voou no Manchester por 10 anos, não venceu tudo por acaso.

- O clube deu uma patinada nos últimos anos, mas com esperança podemos corrigir. Temos que ser rápidos, isso não é pré temporada. Isso não é algo que você pode se preparar em cinco ou seis semanas. Tentarei acertar as coisas no curto prazo. Não será problema. Temos algumas suspensões e lesões para superar.

- É ótimo voltar aqui. O Forest é parte da minha vida, mesmo depois de ter encerrado a carreira, continuei aqui por um período. Meus dois filhos fizeram o primário aqui na cidade. Mas tudo isso passa, muitas gerações cresceram aqui desde então. Acho que sentimentos a parte, há um trabalho pra fazer e estou aqui para isso.

- Estou animado em saber que todos os ingressos foram vendidos para minha estreia. A pressão existe para não desapontá-las. Preciso fazer a lição de casa rapidamente, muitos de vocês conhecem o elenco melhor do que eu. Num mundo ideal, seria bom começar a temporada do zero, mas não importa. A oportunidade apareceu e eu vou tentar recuperar o clube.

- Eu sou um grande simpatizante do futebol, estou alerta sobre os pontos negativos de ser técnico. Mas, no passado fiz bons amigos aqui, se eu achasse que eu não conseguiria, não aceitaria. Como jogador meus últimos anos aqui foram ótimos, vencemos todos aqueles títulos, mas não podemos viver só do passado. Aquilo está escrito para sempre, mas agora temos que tentar escrever algo novo.

- Quando eu sento aqui, talvez seja um lance do destino, quando se olha ao passado você se pergunta quando terá outra chance de sucesso aqui. Alguém poderia vir aqui, pegar o clube pra treinar, cuidar de tudo, assim como Clough fazia por um longo período. Mas o tempo passa.

- Considerei muita coisa nesses dois dias, pois realmente não tivemos muito tempo para trabalhar. Há um número de clubes nessa divisão que deveriam estar na Premier League. Eles possuem grande torcida, história, mas estamos falando sobre realidade e ela é diferente. Em nossa liga temos equipes campeãs europeias. Quero subir o time o mais rápido possível, não sou tão novo pra esperar muito.

- Há um grande espírito entre os jogadores. Eu acho que o clima está bom, mesmo antes de eu ter chegado. Mas a minha tarefa agora é pegar daqui pra frente e subir. O objetivo é o acesso. O clube, em termos de potencial, história e torcida deveria estar um patamar acima. Como disse, estou velho, poderia ter me aposentado antes de ter tido essa oportunidade. Não tinha voltado aqui desde que saí como jogador. Treinei o Leicester e jogamos contra o Forest. Ocasionalmente eu estive aqui para ver alguns jogos, para observar jogadores Irlandeses.

- Quando um técnico novo chega, os jogadores imediatamente ficam empolgados em ter um lugar no time. Sei disso pois fui jogador. Todos estão treinando bem. O treinador anterior foi realmente muito bem. Atualmente temos um problema com suspensões e lesões, mas isso ocorre com todos. Temos de superar, esquecer e partir pra cima.

Novo zagueiro a caminho

O Nottingham Forest deverá anunciar a contratação de um novo zagueiro neste fim de semana. O zagueiro Yohan Benalouane do Leicester City irá assinar com o Forest por 1 ano e meio. Ele possui 31 anos e já deve treinar com o elenco nesta sexta. Se duvidar, devido a emergência, não será estranho se Benalouane estrear já no sábado, pois estava treinando normalmente no Leicester, mas teve oportunidades limitadas na temporada pelo time.

Belouane é Francês, mas naturalizado Tunisiano e esteve presente na Copa da Rússia.



Comente com o Facebook: