sábado, 5 de janeiro de 2019

Sem forçar, Chelsea elimina o Nottingham Forest da Copa da Inglaterra


Já seria difícil se o Forest atuasse a 110% enquanto o Chelsea atuasse a 40%, mas o que aconteceu neste sábado foi um amistosão de luxo pela Copa da Inglaterra. Com os times bastante modificados, Chelsea e Nottingham Forest apenas cumpriram tabela em um jogo sem nenhum tipo de emoção. Para variar, as equipes da Championship entregando as suas classificações em troca de um calendário mais enxuto.

Karanka modificou bastante o time, colocando o goleiro Steele no gol, Darikwa, Yacob na zaga, Fox e Janko na lateral esquerda; Colback, Guedioura, João Carvalho, Osborn, Cash e Murphy completaram o time.

O primeiro tempo foi sem grandes chances de gol em um jogo muito centrado no meio campo com o Chelsea com muito mais posse de bola. No fim do primeiro tempo, Fox chegou atrasado e cometeu pênalti em Loftus Cheek. Na batida, Fábregas bateu no canto direito de Steele e o goleiro defendeu.

No segundo tempo, após lesão de Loftus Cheek, o Chelsea colocou Hazard que havia começado no banco de reservas e o time melhorou e o jogo acabou. Aos 49 minutos após boa jogada na lateral direita e cruzamento rasteiro na área, Morata apenas teve o trabalho de completar e abrir o placar.

Um pouco depois do gol, Morata chegou a perder uma oportunidade inacreditável dentro da pequena área. Para se redimir, aos 59, o atacante espanhol subiu de cabeça e marcou o 2x0 que selou a vitória do time azul. Mesmo com os dois gols, Morata praticamente nem comemorou.

Karanka promoveu a entrada de Lolley e o time deu uma melhorada, chegou a finalmente finalizar no gol de Caballero, porém nenhuma chance clara de perigo que pudesse incomodar o Chelsea. Fim do amistosão de luxo e o Chelsea sem grandes esforços acabou eliminando o nada interessado Nottingham Forest.

Palavra do técnico:

- Eles foram muito bem. A principal coisa pra mim é que quando já estávamos perdendo por 2x0, os jogadores tentaram o gol e tentaram pressionar. Tentamos, mas o Chelsea é uma equipe muito boa. Hoje foi o quinto jogo em duas semanas e a maioria deles jogou todos os jogos, então estão cansados não só emocionalmente como fisicamente.

- Terminamos a partida contra o Leeds realmente muito cansados e hoje enfrentamos o Chelsea, mas eles tentaram da forma que foi possível. Troquei o time taticamente no segundo tempo, mas o gol acabou dificultando. Hoje é dia para se tirar boas coisas, de saber que eles tiveram comprometimento como equipe no campo.

Com a eliminação, o Forest agora só terá a Championship em seu calendário. Restando 20 partidas, não há mais espaço para desculpas de cansaço com a maioria dos jogos espaçados em uma semana.

Quanto as copas, há anos o Forest vem abrindo mão facilmente dos torneios. A mentalidade precisa ser mudada se o time quiser voltar a ser grande. Hoje tivemos uma prova de que em caso de subida da Premier League, 90% do atual elenco precisará ser substituído.

O Forest enfrenta o Reading no próximo sábado fora de casa.

Comente com o Facebook: