segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Acabou o tabu! Nottingham Forest vence com gol no início e encosta no rival


O Nottingham "Furrest" (como disse de forma incansável pelo narrador da ESPN 2 hoje na transmissão) venceu o Derby County após 3 anos e quebrou um tabu em um momento importante. Com a vitória, o Forest chegou aos 50 pontos e alcançou a oitava colocação, apenas 1 atrás de seu rival (que possui um jogo a menos) e 3 pontos atrás do sexto colocado, que hoje é o Bristol (e tem dois jogos a menos que o Forest).

De novidades no time, o centro avante Grabban foi cortado antes do jogo e o técnico Martin O'Neil confirmou que o jogador sentiu um velho problema no tendão de Aquiles e ainda não sabe precisar quão sério é. Já que Grabban não jogou, o velho conhecido Daryl Murphy tomou a posição e o time foi escalado no 4-1-4-1 com Lolley e Osborn fazendo as pontas e Colback, Watson e Yates.

O gol da partida foi marcado pelo zagueiro mascarado Benalouane logo ao 1 minuto de jogo. No lance, um bate e rebate dentro da área no qual Murphy cabeceou para dentro da pequena área e o zagueiro da Tunísia se jogou na bola dentro da pequena área para abrir o placar. Como no jogo contra o West Bromwich, o Forest começou o primeiro tempo a 110 por hora e jogando muito bem, criou várias oportunidades.

Pra variar, todas desperdiçadas, principalmente nos pés de Murphy e Lolley. Em um lance próximo dos 30 minutos de jogo, Robinson cruzou a bola e Lolley recebeu livre na área, batendo de primeira de esquerda. A bola ia pra fora, mas Yates se jogou de cabeça e desviou a bola que passou raspando a trave.

Como não conseguiu marcar o segundo gol no primeiro tempo, o Forest foi para o intervalo e na segunda etapa o Derby veio pra cima. O Forest abdicou da posse de bola e o Derby chegou a ter 70% da posse de bola no segundo tempo, mas também sem criar grandes oportunidades, sendo todas elas devidamente afastadas pela zaga.

Martin O'Neil demorou, mas começou a mexer no time no último terço da partida. Guedioura entrou no lugar de Watson que havia cansado e quase marcou um gol de bicicleta. Faltando 10 minutos para o fim, o brasileiro Bonatini entrou no lugar do cansado Murphy e também teve chance de marcar gol em contra ataque puxado por Lolley. Com as oportunidades desperdiçadas, o fim do jogo foi aquele famoso abafa do Derby.

Ao fim da partida já dentro dos acréscimos, O'Neil colocou o zagueiro Wague no lugar de Osborn e o time ficou apenas cozinhando o jogo. Quando o juiz apitou o fim do jogo, tivemos um princípio de confusão envolvendo Yates e Keogh, mas tudo foi resolvido. Fim de partida e o Forest quebrou um tabu de seis jogos sem vencer seu rival. De quebra, levou o famoso "Brian Clough Trophy", taça que é disputada entre os rivais e fica com o vencedor da última partida.

Com 50 pontos e jogos a mais, o Forest ensaia brigar pela sexta e última vaga nessas últimas 12 rodadas. Com a vitória, o time cria confiança e tem uma sequência importante pela frente. No sábado enfrentará o Stoke fora de casa e tentará pela primeira vez vencer duas partidas seguidas no campeonato, coisa que não acontece desde setembro sob o comando de Karanka.

Palavra do técnico:

- Naturalmente estou muito satisfeito que vencemos o jogo. Eu sabia que faríamos uma boa apresentação. Acho que merecemos a vitória, fomos muito fortes, defensivamente mais ainda. Tivemos grandes performances. A torcida foi fantástica a nosso favor hoje, eles nos deram ímpeto. Quando você está ficando cansado, a torcida vinha e fazia diferença.

- O Derby nos pressionou e chegamos a ficar sem espaço, mas nos seguramos da nossa forma. Temos que melhorar como time. Há momentos que vamos muito bem e há momentos que falta um pouco de cuidado. O jovem Yates está jogando seu terceiro ou quarto jogo conosco e sua performance é sensacional. Seu esforço é brilhante, foi um grande jogo dele. Pra alguém que estreou há poucos jogos, realmente brilhante.

- Fizemos o gol rápido e essa é a maior surpresa que você pode causar no adversário. Tivemos ainda uma segunda chance com a cabeçada do Yates. Já Murphy acho que foi bem, ele teve uma grande chance quando Lolley o deixou na cara do gol, mas o goleiro fez uma boa defesa. Um 2x0 ali seria um bom espaço para respirarmos, mas o gol não saiu e tivemos que nos esforçar mais. A surpresa foi um jogo desse acabar apenas com um gol. Tanto nós quando o Derby poderiam ter feito mais.

Comente com o Facebook: