terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Nottingham Forest é prejudicado pela arbitragem e sofre empate no fim


O Nottingham Forest teve dois pontos ceifados pela arbitragem na noite desta terça feira pela Championship. Fazendo uma boa atuação, o Forest só não venceu pois o árbitro Lee Mason fez o favor de marcar um pênalti inexistente para o West Brom no fim da partida.

Falando sobre o jogo, Martin O'Neil mudou o time da última rodada e povoou o meio campo, estratégia esta que deu certo. A zaga foi formada por Benalouane que voltava de suspensão e Milosevic. No meio campo, Watson teve companhia de Yates, Osborn e Colback. No ataque, Lolley e Grabban completaram o time.

Logo aos 6 minutos de jogo, o Forest abriu o placar. Em má saída de bola do West Brom, o Colback fez tabelinha com Grabban e cruzou para Yates sem goleiro marcar. O detalhe é que Yates ia conseguir errar o chute, mas a bola bateu no zagueiro e foi considerado gol contra. O primeiro tempo o West Brom teve apenas duas oportunidades e que exigiram pouco de Pantilimon.

No segundo tempo, logo no início o Forest vacilou e tomou o gol de empate aos 9 minutos com Murphy (o do West Brom). Após o empate, o West Brom veio pra cima, mas o Forest continuava se defendendo bem. Um pouco depois de tomar o gol, o Forest conseguiu o segundo gol em uma cobrança de lateral cobrada dentro da área na qual Grabban fez o pivô, ajeitando para Yates, dessa vez acertar o chute. A bola bateu na trave e o goleiro do West Brom apenas olhou ela entrar.

O problema é que depois do gol, o Forest teve a chance de matar o jogo e não o fez. Grabban recebeu belo passe de Lolley e saiu cara a cara com o goleiro, mas bateu a meia altura e perdeu o gol que daria a liderança por dois gols. O'Neil então colocou Yacob no lugar de Yates para fechar mais o time e o Forest continuava sem ser ameaçado.

Nos minutos finais, Grabban foi substituído por Murphy e o Forest perdeu o contra ataque, chamando ainda mais o West Brom pra cima. Aos 88 minutos, Lee Mason enxergou um mergulho de Gayle como pênalti e removeu dois pontos do Forest que colocaria o time a 3 pontos do G6. Um empate com gosto de derrota.

Palavra do técnico:

- O árbitro errou e eu falei com ele no final. Não posso argumentar contra isso, ele errou. Em duas semanas isso será esquecido e será um desapontamento pra nós. Foram três pontos perdidos contra um time que briga por promoção automática.

- Marcamos dois gols, jogamos bem nos períodos quando fechamos o meio campo. Podíamos ter matado o jogo, mas não fizemos. No resumo, estou muito feliz com o rendimento do time. Fisicamente foi feito um grande esforço, trabalhamos duro e eu estou satisfeito. Também estou triste pelos torcedores pois poderíamos ter levado os três pontos.

- Não posso pedir mais da equipe. Fisicamente fomos fortes, no minuto que perdíamos a bola tentávamos entrar em forma e estamos melhorando. Ainda há campeonato pra jogar.

No fim de semana o Forest joga mais uma vez fora de casa, dessa vez contra o Preston.

Comente com o Facebook: