Quem Somos

O Blog City Ground Brasil chega com o intuito de trazer notícias do Nottingham Forest FC para os fãs Brasileiros.

O nome do blog é homenagem ao Estádio chamado de City Ground

Pela internet há apenas um twitter atualizado por uma galera desde 2011. Eu inclusive comecei a seguí-los logo no início, após participar de uma comunidade no falecido Orkut. Infelizmente após o fim da rede social, a galera deu uma separada, afinal o Facebook não possuía as mesmas ferramentas de interação na época.

A intenção não é fazer nenhum tipo de concorrência e sim apenas trazer opiniões, análises e termos mais uma fonte de notícias para os fãs Brasileiros. Também quero pegar o hábito de ler notícias em inglês e traduzir como forma de aprimorar a linguagem.


Como tudo começou:

De meados de 2005 até hoje, todos os Brasileiros praticamente adotaram um time na Inglaterra devido à programação da ESPN que exibe os campeonatos nas manhãs e tardes dos sábados e domingos. Quem gosta de futebol de verdade dificilmente fica sem ver a Premier League e os times ingleses. Não há firulas, não há a famosa cera, o jogo é rápido, os times buscam o gol. Claro, nem tudo é perfeito, mas perto do nosso futebol Brasileiro, é um grande salto de qualidade.

Conheci o Forestão - assim como chamamos carinhosamente, em 2009. Naquela época jogava muito Football Manager e adorava assistir Premier League. Foi o ano que o Newcastle foi rebaixado e iria jogar então a Championship. 

Naquela época então decidi começar um save com os Magpies para trazê-los de volta "virtualmente" na Premier League, quando comecei a me familiarizar com aqueles times da chamada Coca Cola Championship até então. Adorei a forma de disputa, o número de times e até então bater o olho no símbolo do Forest e achá-lo "diferente" dos outros.

Lembro-me que naquele jogo, o Forest usava um símbolo comemorativo escrito "Olympiastation Munchen 1979 - Santiago Bernabéu Madrid 1980". A curiosidade bateu e fui pesquisar sobre eles.


Foi aí  que descobri toda a gloriosa história que envolveu o time nos anos 70 e 80. Fiquei sabendo que o clube era Bi Campeão Europeu, coisa que nem times poderosos na Inglaterra como Arsenal, Manchester City e Chelsea possuem até agora. Conheci a história de Brian Clough e pensei: "Como não descobri esse time antes?"

Não podia acreditar que aquele time era um gigante adormecido não só na Inglaterra, mas como na Europa. Sempre gostei de times com um passado pesado, e a partir de então obviamente comecei a jogar o Football Manager com o Forest. E de 2009 até hoje foram inúmeros saves criados no videogame. 

Daí em diante, tenho acompanhado o Forest. Uso o site da BBC para olhar a tabela, os próximos jogos, a classificação e de vez em quando, quando surge algum "linkzão" da massa até mesmo assisto algumas partidas. (Tenho dado sorte, quando eu assisto o time vence, modéstia à parte). Até mesmo fiz amizade com um torcedor de lá que por sorte, sabe falar Português e já veio ao Brasil. 

No primeiro ano que acompanhei de fato, o time bateu na trave chegando na semi final dos playoffs, perdendo para o Swansea em um jogo muito parelho em 2011. Alguns anos antes, o time também tinha parado nos playoffs, dessa vez para o Blackpool.



O que vem pela frente:

O Cenário atual não é nem um pouco promissor e otimista. Diferente de muitos perfis Brasileiros que surgem por aí nas redes sociais quando o time está na moda (Leicester que o diga), esse blog surgiu no meio do caos. Desde essa derrota nos playoffs de 2011, o time nunca mais chegou ao G6 do certame. Ficou sempre oscilando no meio da tabela e atualmente luta contra o rebaixamento para a League One.

O Forest está longe da Premier League desde a temporada 1999-2000 quando foi rebaixado. Por lá ficou e chegou a ser rebaixado para a terceirona em 2007, mas voltou no primeiro ano. A venda do clube para Evangelos Marinakis em 2017 trouxe uma nova esperança. Resta saber se o sonho de voltar a Premier League também virá.